NOTÍCIAS

24/08/2009

Em um mercado cada vez mais competitivo e globalizado, dominar um segundo idioma deixou de ser um diferencial para se transformar em uma condição de sobrevivência. Não saber falar inglês, por exemplo, impossibilita qualquer crescimento profissional. Parece cruel, mas é a pura realidade.

Contudo, um idioma não se aprende da noite para o dia. Exige programação e disciplina. Para um candidato a emprego realmente se destacar é preciso dominar,

 
INGLÊS COMO PRÉ-REQUISITO  As exportações brasileiras vêm crescendo substancialmente, com o saldo da balança comercial batendo recordes sucessivos nestes últimos meses. Esse notável desempenho está contribuindo para a estabilização da conjuntura em que se insere o Brasil na economia mundial. A concentração de esforços, governamentais e privados, na agilização e no incremento de exportações tornou-se um ponto de destaque na política econômica e todas as negociações nelas envolvidas são em inglês.  Por isso, todo executivo deve ter em mente que possuir a fluência na língua inglesa é tão importante que se tornou um pré-requisito à ascensão profissional e, com certeza, o maior beneficiado é o próprio profissional. Isso não é mais uma exigência das empresas, mas sim, do mercado de trabalho. 

CONVÊNIOS COM AS ESCOLAS  Muitas empresas já contam com um convênio com escolas de idiomas, pois sabem que seus funcionários, às vezes, não têm fluência em inglês, mas suas qualificações são excelentes e seu perfil corresponde às expectativas da companhia.  Para os executivos que trabalham em empresas que mantêm convênio com escola de idiomas, é fundamental aproveitar ao máximo este benefício, pois ele cresce profissionalmente no mercado e a empresa conta com um executivo de nível desejado, além de ver um retorno certo do investimento feito em seus funcionários.

AULAS DIFERENCIADAS O ideal para um executivo é ter aulas fora da companhia porque ele consegue sair um pouco do ambiente de trabalho, se descontrai e fica com a mente mais aberta para o aprendizado. No grupo da sala de aula, todos são iguais e os resultados aparecem mais rapidamente.  Já para as empresas que têm necessidades específicas de inglês voltado para negócios, algumas escolas oferecem cursos especiais focados em business e ministrados in company. Por terem esta característica de negócios, são estruturados para funcionar bem em grupos dentro das próprias empresas, pois são elaborados pelas escolas especificamente para atenderem as exigências de momento das companhias. Portanto, aprender um idioma não deve ser uma tarefa penosa. É claro que nem sempre é confortável para um profissional adulto, às vezes com cargo de chefia, viver novamente uma situação de aprendiz. Porém, o executivo moderno deve ter plena consciência de que precisa investir no seu aprimoramento tanto profissional quanto pessoal e compreender que a responsabilidade deste crescimento é de cada um. A qualidade do seu futuro depende da qualidade das sementes que plantar todos os dias da sua vida.

 

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios
 
 

 

 

Rua: Thomaz Flores, 830 - Centro - Santa Cruz do Sul / RS
Fone: (51) 3056-3333 - CEP: 96810-090

| by Sistemidia |
Copyright © Wizard - Todos os direitos reservados