NOTÍCIAS

19/08/2009 - Wizard

Hoje, além do talento, uma exigência que se faz a quase todos os profissionais é o domínio de idiomas estrangeiros. Uma ferramenta que faz muita diferença.

 

Não importa a vaga, não importa a carreira. Não basta mais saber só o inglês. As oportunidades, agora têm vários sotaques e em áreas diferentes das tradicionais, conhecidas por exigir uma segunda língua. Hoje, até para vender sarapatel e fazer sucesso precisa se expressar em inglês.

Em um mundo em que todos os países estão à distância de um clique de computador, falar uma única língua é perder oportunidades. Alguns estudantes buscam a entonação certa para ter sucesso em negócios do outro lado do mundo. “Comprar mais, entonação desce e sobe. Vender mais. Igual mais fala mais rápido”, explica a vice-diretora da escola Liang Yan.

 

Em sete anos. O número de alunos de uma escola de mandarim saltou de 40 para 400. Talita Machado Xavier já usa o que aprendeu para negociar produtos químicos no mercado internacional.

“Eu trabalho muito com fornecedores chineses. Falo inglês e espanhol. Agora, estou investindo no chinês e no francês”, conta a compradora internacional.

 

“Eu trabalho em uma importadora. Atualmente, a gente trabalha com a China. Eu consigo mandar e-mail e me comunicar com eles”, diz a assistente de exportação Ingrid Rodrigues.

 

“Isso faz toda a diferença. Esse candidato sai com muita facilidade de uma empresa para outra. Já que são escassos no mercado. Geralmente, ele consegue se encaixar em multinacionais. Em multinacionais, os salários giram em torno de 20% a 30% a mais, dependendo do cargo, avalia a gerente de RH Fabiana Nakazone.

 

 

 

Rua: Thomaz Flores, 830 - Centro - Santa Cruz do Sul / RS
Fone: (51) 3056-3333 - CEP: 96810-090

| by Sistemidia |
Copyright © Wizard - Todos os direitos reservados